• +351 231 419 550
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Teve início a 5 de maio o Projeto iMONTEMOR 4G integrado no programa CLDS 4G

Realizou-se a 5 de maio de 2020 (em videoconferência e assim respeitando as orientações nacionais) a primeira reunião institucional que marcou o arranque do Projeto "iMONTEMOR 4G" integrado no programa Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS 4G) e que tem como território de intervenção o concelho de Montemor-o-Velho. Contando com a participação de diversas instituições, a reunião teve intervenções do Município de Montemor-o-Velho, da AD ELO – Associação de Desenvolvimento Local da Bairrada e Mondego, da Associação Fernão Mendes Pinto, da Santa Casa da Misericórdia de Montemor-o-Velho e da Casa do Povo de Arazede.

O Projeto "iMONTEMOR 4G" é financiado pelo POISE e tem como principal Eixo de Intervenção o "Emprego, formação e qualificação", intervindo ainda  ao nível da  "Intervenção familiar e parental, preventiva da pobreza infantil". Decorrerá num período de 36 meses, dando privilégio a uma atuação local de proximidade em parceria com as diversas instituições locais, procurará contribuir para fomentar o emprego e a qualidade de vida da população local.


Prevenção face ao surto de Coronavírus (Covid-19)  Informações úteis

No âmbito da situação epidemiológica provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 e da doença COVID-19, e consequentemente, na situação excecional e de emergência que se vive, a AD ELO tomou, na primeira hora, as medidas que as circunstâncias impunham. 

Salvaguardando o papel específico das instituições, nomeadamente aquelas que lidam com as populações mais vulneráveis e de risco, como é o caso da AD ELO, foram realizados pela Associação as seguintes ações:

  •  Reforçando o princípio do isolamento social, determinou que nas suas funções técnicas o regime de trabalho passasse a “teletrabalho”, possibilitando assim que as deslocações aos seus serviços fossem reduzidas por parte dos técnicos e beneficiários, privilegiando-se os contactos através de telefone, email ou outro mecanismo de contacto à distância;

  • Manteve todas as tarefas associadas à suas funções delegadas de análise de candidaturas e pedidos de pagamento, mantendo assim a operacionalidade exigida (contactos preferenciais por email e telefone);
  • Foram canceladas/adiadas as ações dos projetos que tinham uma relação direta com a população, nomeadamente a que estava incluída nos grupos de risco. Nestes casos as ações diretas foram substituídas pelo acompanhamento à distância, de que é exemplo, entre outros: https://www.facebook.com/ProjetovirtuALL
  • Apesar do estado de emergência declarado com fundamento na verificação de uma situação de calamidade pública, é necessário continuar a satisfazer as necessidades das pessoas mais carenciadas sem interrupções. Neste sentido a AD ELO através do Centro Comunitário do Canedo continua a proceder à distribuição dos cabazes de géneros alimentares do PO APMC, mantendo ainda a operacionalidade no acompanhamento às famílias e comunidade;
  • Em parceria com os diferentes agentes do território a AD ELO integrou as equipas de resposta e acompanhamento da população em risco, de que é exemplo, entre outros:

“Apoio à população do Município de Mira através da linha de apoio social, com o contacto 231 247 027. Esta linha visa informar, esclarecer e responder a necessidades diversas, nomeadamente, aquisição de bens alimentares e/ou farmácia para situações de isolamento/quarentena.”

É imperioso continuar a assegurar e a satisfazer as necessidades das pessoas, principalmente as mais carenciadas, das empresas e instituições.

Para o efeito apresentamos o site oficial do governo com muita informação disponível: https://covid19estamoson.gov.pt/

Partilhamos ainda o site da “Ordem dos Contabilistas Certificados” com uma compilação interessante da legislação e das respostas existentes para as diferentes situações (em constante atualização): https://tinyurl.com/qwxrl4g

Reforçamos os nossos contactos para qualquer eventualidade:

Telefone: 231 419 550 | Fax: 231 419 559

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.


  • MAR2020 - Medidas extraordinárias
  • MAR2020 - Medidas extraordinárias

Com o objetivo de mitigar os efeitos negativos do impacto socio-económico da pandemia do coronavírus em Portugal, o Governo criou um pacote de medidas. 

As medidas adquirem expressão através da Resolução do Conselho de Ministros n. 10-A/2020, 13 de maro e do Decreto-Lei n. 10-A/2020, de 13 de março. Estas informações encontram-se disponveis em destaque na homepage do site do Programa MAR 2020.


  • VirtuALL na Rede Europeia de Saúde e Envelhecimento

No dia 27 de fevereiro de 2020, o projeto VirtuALL foi destacado pela Rede Europeia de Saúde e Envelhecimento, mais especificamente na Parceria Europeia de Inovação para o Envelhecimento (EIP AHA - European Innovation Partnership on Active and Healthy Ageing), integrando-o no “Repositório de Boas Práticas da União Europeia”. Um reconhecimento do mérito do trabalho desenvolvido pela AD ELO, em estreita parceria com os Municípios: de Cantanhede, da Figueira da Foz, da Mealhada, da Mira, de Montemor-o-Velho e de Penacova, sublinhando assim, o alto potencial da inovação tecnologia e social na promoção do envelhecimento ativo, saudável e participativo. Este reconhecimento visa potenciar a implementação e a replicação de boas-práticas promotoras do envelhecimento ativo e saudável, podendo este projeto, ainda piloto, ampliar-se a nível nacional, europeu e internacional.

Pode consultar esta informação no anexo ou no link: https://ec.europa.eu/eip/ageing/repository/virtuall-innovation-ageing-quality-life_en


Dada a evolução da pandemia por COVID-19, consideramos que não se encontram reunidas as condições para a realização do evento no dia 14 de março.

Oportunamente será anunciada nova data.