• +351 231 419 550
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
+CO3SO emprego / DLBC GAL

+CO3SO emprego / DLBC GAL

Esgotam-se apoios à criação de emprego através do +CO3SO emprego dinamizado pelos GAL

A procura por parte das empresas e entidades da economia social pelos apoios à criação de emprego através do Programa +CO3SO Emprego dinamizado pelos Grupos de Ação Local (GAL) ultrapassou largamente, apenas na primeira fase dos avisos de concurso, as dotações disponíveis, o que resultou na suspensão da grande maioria avisos abertos.

“Cedo percebemos, pelos contactos que fomos tendo nos nossos territórios de intervenção, ainda antes dos concursos abrirem, que o programa suscitaria o interesse de empresas e empreendedores” adianta Ana Paula Xavier, presidente da Federação Minha Terra, entidade que reúne todos os Grupos de Ação Local com intervenção nos territórios rurais.

A 15 de julho, na sessão de lançamento do programa, que teve milhares de visualizações on-line, a Ministra da Coesão Territorial, antecipando o interesse, comprometeu-se a reforçar as dotações dos concursos que iriam abrir, caso a procura o justificasse.

O grande sucesso do programa confirma que é apelativo em termos de apoios, mas também “que mesmo num momento como o que atravessamos as micro e pequenas empresas estão disponíveis para investir e criar emprego”. Ana Paula Xavier refere ainda que esta procura avassaladora é também “o resultado do trabalho de dinamização territorial dos Grupos de Ação Local que durante o Verão se multiplicaram em sessões de esclarecimento e atendimentos de potenciais interessados”.

As mais de 4.400 candidaturas recebidas solicitam mais de 480 milhões de euros de apoio, quando estavam cerca de 90 milhões de euros a concurso A procura superou várias vezes as dotações dos avisos abertos, o que deixa os GAL “preocupados, mas confiantes de que será encontrada uma solução”.

O “desafio passa agora por darmos uma resposta célere a quem se candidatou e se propõe dinamizar as economias locais, analisando a admissibilidade e o mérito de cada candidatura. Com tantos milhões de euros disponíveis para a recuperação económica e social do país, mesmo no Portugal 2020, não seria compreensível que bons projetos ficassem sem apoio”, acrescenta a presidente da Federação Minha Terra.

Na Região Centro foram submetidas 2.041 candidaturas até à data de encerramento do 1º. Aviso, as 18h00 do passado dia 15 de Setembro que totalizam um pedido de apoio de 234 Milhões de Euros, num montante em dez vezes superior à dotação regional do Sistema de Apoio, sendo que os avisos + COESO EMPREGO INTERIOR, representam 967 candidaturas; os avisos + COESO EMPREGO URBANO representam 762 candidaturas e os avisos + COESO EMPREENDEDORISMO SOCIAL representam 105, acrescendo a este número as candidaturas submetidas diretamente à Autoridade de Gestão Centro2020.